Skip to main content (Press Enter)
 
  • OPTICAL DISC ARCHIVING (ODA)

    Uma solução ideal para as suas necessidades de arquivamento praticamente on-line no longo prazo

    Entre em contato

Visão geral

 

A cada dia, toneladas de dados são criadas. De comunicações eletrônicas a GPS, de posts em mídias sociais a imagens e vídeos digitais, estamos produzindo informações como nunca visto antes.

E, com a chegada do 4K, 8K e filmagens de alta taxa de quadros no setor de produção de vídeos, o gerenciamento e o arquivamento eficiente desses ativos estão se tornando cada vez mais importantes e desafiadores.

O Optical Disc Archive (ODA) da Sony oferece armazenamento de longa duração, econômico, ecológico e confiável, adequado para estações de transmissão, instituições educacionais, agências governamentais federais e locais, bancos e muitos outros.

Não importa quantos dados você precisa armazenar, um pequeno arquivo armazenado em algumas poucas prateleiras ou uma biblioteca inteira de informações. O Optical Disc Archive é uma solução escalável projetada para crescer com você.

Os seus dados são muito importantes. E você pode deixar essa tarefa tão imprescindível com a Sony.

 

Confiabilidade

O Optical Disc Archive é resultado de mais de 30 anos de pesquisa e desenvolvimento em tecnologias ópticas e oferece mídias para armazenamento duradouro e confiável para seus dados mais importantes.

Carregando o player...

Mecanismo de gravação – tecnologia de mudança de fase

O Optical Disc Archive grava dados usando um sistema conhecido como "Mudança de fase". Quando o material da superfície de gravação é aquecido acima do ponto de fusão (600 ℃) e, em seguida, rapidamente resfriado após ser derretido por um feixe de laser óptico, os elementos individuais passam do "estado cristal" para o "estado amorfo", no qual os elementos individuais são posicionados aleatoriamente. Além disso, a camada de gravação de dados é revestida com um filme de proteção para minimizar os efeitos de contaminantes externos, como poeira ou água.

O efeito desse sistema de gravação gera uma performance de armazenamento de longo prazo impressionante frente a outros métodos, como a gravação em fita magnética ou em disco rígido, que gravam sinais elétricos diretamente em uma superfície de contato.

 

CONFIABILIDADE PERFEITA

Verificamos regularmente a confiabilidade das mídias para assegurar que os clientes possam armazenar dados importantes por longos períodos sem preocupações.

Este é um cálculo preliminar baseado em dados objetivos, e a Sony não oferece garantia de que as mídias são capazes de armazenar dados por 100 anos sob todas as condições.

Testes de aceleração – temperatura e umidade

Para demonstrar a longa durabilidade durante décadas, a Sony realiza testes de aceleração nos termos das normas ISO. A mídia é deixada em ambientes extremamente hostis (temperatura e umidade máxima de 80 ℃ e 85%) por longos períodos, sendo medido o grau de degradação (efetivamente, é medida a taxa de erro). A partir daí, realizamos um cálculo da vida útil da mídia em condições normais.

Observando os resultados na figura à direita, podemos concluir que, quando os dados são armazenados a 50 °C, o Optical Disc Archive Gen 2.0 mantém os dados seguros por 100 anos, ou seja, 50 anos a mais que nosso sistema ODA de primeira geração. Isso demonstra que a mídia possui excelente performance de armazenamento de longo prazo em condições normais e, além disso, a alta resiliência necessária para enfrentar, por exemplo, uma ampla variedade de climas ao redor do mundo e mudanças climáticas temporárias durante o transporte. Quando mídias em fita são expostas a altas temperaturas como essas, a fita estica, apresentando uma grande possibilidade de danificar os dados.

Testes de aceleração – gás corrosivo

A Sony realizou outro teste de aceleração para comprovar se não há nenhuma corrosão sob condições normais. Esse envelhecimento é baseado nas condições de teste de ambientes corrosivos especificadas pela IEC (Comissão Eletrotécnica Internacional) Método 4. Como resultado, a degradação da qualidade da mídia foi praticamente nula após deixada sob gás corrosivo por duas semanas.

Testes de água salgada – mídia resistente à água

Nos últimos anos presenciamos muitos desastres naturais como tsunamis, inundações e furacões, fenômenos que representam grandes riscos de perda de dados. O Optical Disc Archive é um meio ideal para proteger dados dos clientes desses danos causados pela água. Para comprovar isso, na Sony, a mídia foi deixada submersa em água salgada por três semanas e, depois disso, a água salgada foi completamente removida e a mídia, seca. Confirmamos que os dados podiam ser lidos sem nenhum problema. Uma vez que a água penetra em um disco rígido, é inevitável que todos os dados sejam danificados; e a água salgada causa, ainda, a degradação da superfície das fitas, representando um grande risco de perda de dados. Outros fornecedores também têm conduzido testes em XDCAM, que usa as mesmas tecnologias ópticas da Sony, na neve em lava-louças.

Testes de abrasão – mídia resistente a arranhões

Quando usamos mídias convencionais, como CDs, DVDs ou Blu-ray Discs, aprendemos invariavelmente a lidar com as mídias cuidadosamente, segurando-as pelas bordas para não arranhar a sua superfície. Fazemos isso porque arranhar repetidamente a superfície da mídia causa instabilidade na leitura dos dados pelo laser. Os discos usados pelo Optical Disc Archive são protegidos por uma robusta camada de filme, o que os torna resistentes a arranhões, mesmo quando expostos à abrasão. A figura à direita mostra os testes de abrasão realizados pela Sony, demonstrando que, embora os DVDs convencionais sejam arranhados, os discos usados pelo Optical Disc Archive praticamente não têm nenhum arranhão.

Durante o uso normal, os discos não se projetam para fora do cartucho.

Os discos são particionados dentro do cartucho, para assegurar que nunca entrem em contato uns com os outros.

Um Disco sem revestimento rígido

(imagem ampliada)

Arquivamento de discos ópticos

(imagem ampliada)

Prevenção contra falsificação de dados – mídia verdadeiramente WORM

Armazenar dados por um longo período representa um risco significativo de que os dados armazenados possam ser alterados maliciosamente por terceiros. A regravação de dados como filmagens de vídeos que representam ativos nacionais ou de dados pessoais, como informações médicas, deve ser evitada a todo custo. É por isso que as mídias geralmente são fornecidas com um mecanismo que impossibilita a regravação. Embora as mídias em fita também sejam fornecidas com um botão de inibição de gravação, é impossível evitar completamente que terceiros com intenções maliciosas tentem adulterar os dados. Por outro lado, no Optical Disc Archive a falsificação de dados pode ser evitada por suas próprias características de gravação. Nas duas mídias do Optical Disc Archive, as características de “Mídia de gravação única” tornam impossível regravar dados externamente. Dessa maneira, o Optical Disc Archive oferece proteção de longo prazo aos dados de clientes como uma mídia “Verdadeiramente WORM (Write Once Read Many, gravar uma vez, ler várias vezes)”.

Leitura de dados confidenciais – baixa taxa de erro

O Optical Disc Archive agrega diversas tecnologias de correção de erros com base em software as quais, quando combinadas com seu comprovadamente robusto hardware, proporcionam uma insuperavelmente alta qualidade de leitura de dados.

Verificação em tempo real (unidade)

Quando os dados são gravados em Optical Disc Archive, eles são lidos internamente por uma unidade e um controlador desenvolvidos pela Sony e que verificam a qualidade de leitura de acordo com rígidos e exclusivos padrões para assegurar que os dados possam ser lidos sem falhas, mesmo após um longo tempo de armazenamento.

Comparação completa de dados usando múltiplos olhos ópticos!

Mecanismo de paridade patenteado no controlador de sistema de arquivos, acima do ECC (verificação e correção de erros) padrão.

Paridade do Optical Disc Archive (controlador do sistema de arquivos)

Além de usar a tecnologia ECC básica para discos ópticos, também empregada em Blu-rays, o Optical Disc Archive obtém uma incomparável taxa de erro pela paridade de alocação (tecnologia que protege os dados em caso de erro pela redundância de dados) para cada arquivo corrigido em cada uma das camadas do sistema de arquivos.

Hash Value Check (aplicativo)

O Gerenciador de conteúdo e o Gerenciador de arquivos também fazem uma comparação do valor hash dos dados originais com os dados gravados no Optical Disc Archive. (Hash Value Check é uma tecnologia genérica e seu mecanismo é usado em diversos aplicativos).

Calcular e comparar o valor hash

 

ARQUIVAMENTO POR 100 ANOS

O sistema do Optical Disc Archive armazena dados em discos ópticos contidos em cartucho. Cada cartucho contém vários discos, permitindo o armazenamento de alta capacidade. Como a leitura e a gravação do disco óptico são sem contato, esses discos oferecem armazenamento extremamente confiável e duradouro. O cartucho, por sua vez, é durável e resistente à sujeira, e espera-se que ele mantenha os dados seguros por mais de 100 anos, o dobro do tempo que nosso sistema Optical Disc Archive anterior.

Quando o material da superfície de gravação é aquecido acima do ponto de fusão de 600 °C e, em seguida, resfriado rapidamente após derreter, suas substâncias solidificam em um estado amorfo. Ao contrário da fita de dados, o sistema do Optical Disc Archive não precisa de migração de mídia para copiar todos os dados para a mídia mais recente. O software da unidade do sistema trata cada cartucho com 12 discos como um único volume, enquanto a unidade em si incorpora um pequeno mecanismo de comutação que muda automaticamente os discos para que os usuários não percebam que estão usando vários discos. Seis tipos de mídia estão disponíveis, com capacidades de cartucho que vão de 300 GB (na extremidade inferior) a 3,3 TB (extremidade superior), para que os usuários tenham a liberdade para escolher a capacidade que melhor atende à sua aplicação.

 

 

 

Acessibilidade

O Optical Disc Archive possui excelente acesso de leitura aleatória, possibilitando que você acesse rapidamente os dados de que precisa. Você pode executar partes de um arquivo de vídeo para visualizar e recuperar rapidamente um documento em uma grande variedade de arquivos, descartando toda a complexidade e o trabalho desnecessário associado ao armazenamento em fita.

Tirando proveito das características do acesso aleatório, o Optical Disc Archive oferece a capacidade de reproduzir vídeos sem estresse ou frustração.

O cabeçote pode ser movido livremente no disco.

A fita precisa ser rebobinada/avançada até a posição em que os dados necessários estão localizados.

Acesso sequencial e acesso aleatório

“Acesso sequencial” é o processo de acessar uma série de dados na mídia de maneira ordenada a partir de um dado inicial; enquanto “acesso aleatório” é o processo de acessar dados em ordem aleatória.

Velocidade máxima de acesso a dados

Embora demande trocas de discos quando os dados necessários estão em um disco diferente, o Optical Disc Archive oferece a capacidade de acessar dados com uma velocidade incrível em comparação aos dados em fita, que precisam ser rebobinados/avançados fisicamente em uma fita com 800 metros ou mais de comprimento até que a posição em que os dados estão localizados seja alcançada.

O tempo que demora trocar um disco no Optical Disc Archive é de cerca de 30 segundos

O tempo para mover o cabeçote em uma fita de dados com um comprimento total de 800 metros é de cerca de 2 minutos e 30 segundos

 

Economia

Mais do que o custo da introdução inicial, os principais fatores no custo total gerado pelo arquivamento de longo prazo incluem os custos de manutenção necessários para um armazenamento de longo prazo, como recursos humanos e controle de temperatura. O Optical Disc Archive oferece uma solução de arquivamento que mantém os custos de armazenamento de longo prazo reduzidos para otimizar o custo total de propriedade.

 

Nenhuma migração

Como o nome indica, o Arquivamento em disco óptico emprega tecnologias ópticas para manter a compatibilidade entre gerações, eliminando a necessidade de migrações de tempos em tempos. Isso elimina a necessidade de mídias, hardware e software, bem como os recursos humanos necessários para realizar tarefas de cópias, resultando em menor TCO.

Simulação do consumo de energia em 10 anos

*1 It consome 20 watts para leitura/gravação. Neste exemplo, são usadas cinco horas (meia hora x 10 vezes) por ano por 10 anos.

*2 Um HDD de 2 TB consome 6 watts em estado ocioso. Neste exemplo, são usados 50 HDDs por 24 horas durante 10 anos.

Cenário hipotético: em Tóquio, as fitas de dados necessitam de condicionamento de ar (AC) durante um ano inteiro, consumindo 25.000 kwh em 10 anos. Os discos ópticos só precisam de AC durante os três meses de verão, consumindo apenas 10.000 kwh em 10 anos.

*3 A melhor temperatura de armazenamento

 

Alta velocidade

No arquivamento de dados, conforme o volume de dados aumenta, também aumenta a necessidade por gravação e leitura de dados de alta velocidade. Quando equipado com uma pickup de 4 canais, um desenvolvimento original da Sony, o Optical Disc Archive obtém uma velocidade de leitura máxima de 1,1 Gbps. Com uma pickup de 8 canais, a velocidade de leitura máxima é 2 Gbps.

 

A unidade ODS-D280U/F (2ª geração) é equipada com uma pickup de 8 canais para alcançar uma alta velocidade de transferência de dados

 
 

A unidade ODS-D77U/F (1ª geração) é equipada com uma pickup de 4 canais

 

Começo simples

Simples

A unidade do Optical Disc Archive usa a amplamente usada interface USB 3.0, de modo que pode ser usada diretamente. Como o controlador é compatível com Windows, Mac® e Linux, o Optical Disc Archive pode ser usado sem preocupações quanto ao sistema operacional. O Gerenciador de arquivos do Optical Disc Archive fornecido com o controlador é uma ferramenta de cópia dedicada ao Optical Disc Archive, assegurando uma cópia perfeita dos arquivos para o Optical Disc Archive, por exemplo, minimizando o número de trocas de discos para a leitura de dados e permitindo que o usuário especifique operações (como parar e continuar) caso ocorra algum erro durante a cópia.

Arquivamento de arquivos de dados

O Optical Disc Archive não serve apenas para arquivos de vídeo: qualquer tipo de dados pode ser lido pelo PC para ser arquivado. Além disso, você pode organizar seus arquivos da forma que desejar (por projeto, de forma hierárquica, etc.).

Fácil manipulação

O Optical Disc Archive incorpora vários discos em um único cartucho para oferecer uma capacidade total de até 3,3 TB para que você possa trabalhar facilmente com grandes volumes de dados simultaneamente. Seria necessário inserir vinte discos em uma unidade após a outra para conseguir arquivar 1 TB de dados usando Blu-ray Discs de 50 GB. Com o Optical Disc Archive, basta arrastar e soltar os arquivos do PC para a unidade. Como os discos são encaixados no cartucho, você não precisa se preocupar em protegê-los de resíduos ou de poeira.

 

À prova de futuro

Roteiro

Para conseguir uma maior capacidade e velocidade de transferência, a Sony está estabelecendo um roteiro de formato do sistema do Optical Disc Archive. Enquanto a 1ª geração tinha uma capacidade de até 1,5 TB, um novo padrão para uso profissional, a 2ª geração atual do Optical Disc Archive atinge uma capacidade de 3,3 TB. A 3ª geração atingirá uma capacidade ainda mais alta de 5,5 TB.

O padrão do Archival Disc utiliza tecnologia comprovada para alcançar maior capacidade. Discos dupla face (três camadas por lado) e tecnologia de formato land-and-groove serão usados. Velocidades de transferência maiores são planejadas, devido ao desenvolvimento de cabeçotes de laser multicanais nas unidades da próxima geração.

Para uma longa conservação dos ativos, o Optical Disc Archive garante a compatibilidade entre gerações. Agora e no futuro, esse sistema oferece uma solução de arquivamento eficiente, segura e confiável.

Expansão da capacidade

A 2ª geração do Optical Disc Archive terá sua capacidade expandida para até 3,3 TB por cartucho, no máximo, usando o “Archival Disc” previsto para ser implementado em 2015 como um disco bruto.

O Archival Disc é a próxima geração de disco óptico para uso profissional formulada pela Sony Corporation e pela Panasonic Corporation em março de 2014, com o objetivo de expandir o mercado de armazenamento de dados digitais de longo prazo. "Archival Disc" é um novo formato com ampla compatibilidade para atender as necessidades de arquivamento de dados que estão crescendo a passos largos conforme aumenta a capacidade de dados em áreas como o arquivamento de longo prazo de produções de vídeo, que lidam com grandes arquivos de dados, e centrais de dados em nuvem que lidam com Big Data, bem como nas empresas. O site que detalha o roteiro oficial do Archival Disc e seu comunicado à impressa é mostrado a seguir.

 

Comunicado à imprensa      Artigo técnico sobre Download

As principais tecnologias para a realização de um único Archival Disc de 300 GB com implementação prevista para 2015 são mostradas a seguir. Para se chegar à capacidade de 300 GB, existem três camadas em cada lado e, além disso, é adotado um método de gravação conhecido como “Land & Groove” para permitir a gravação de dados de maior densidade.

Tamanho do disco (tipo)
300 GB (gravação única)
Parâmetros opcionais
Comprimento de onda λ = 405 nm (nanômetros), Abertura numérica NA = 0,85
Estrutura do disco
Disco dupla face (três camadas/lado), formato Land & Groove
Distância entre trilhas
0,225μm (micrômetros)
Comprimento de bit de dados
79,5nm (nanômetros)
Método de correção de erros
Código Reed-Solomon
 

Maior velocidade

A 2ª geração do Optical Disc Archive usa nossa tecnologia de alta velocidade original para ler e gravar dados simultaneamente, utilizando um total de oito lasers ópticos implantados nos dois lados do disco para obter uma alta velocidade máxima de leitura de dados de 2 Gbps e uma alta velocidade máxima de gravação de dados de 1 Gbps (com verificação), além de ser capaz de processar dados a uma velocidade incrivelmente alta em comparação com outras mídias de arquivamento.

*A taxa de transferência de 2 Gbps (= 250 MB/s) é uma velocidade na qual uma hora de dados de vídeo em formato Sony XDCAM HD422 (50 Mbps) pode ser transferida em cerca de 2 minutos e materiais 4K (XAVC 600 Mbps) em apenas 20 minutos, usando o cartucho ODC3300R

Montagem na unidade com dois cabeçotes laser {2 canais}

Dois conjuntos de cabeçotes estão montados na unidade e um total de oito canais de laser está montado para lidar com os dois lados.

 

Compatibilidade com versões anteriores

O Archival Disc usa um laser para gravação com a mesma especificação dos discos Blu-ray, facilitando a manutenção da compatibilidade com versões anteriores. Sustentado por esses históricos tecnológicos, o Optical Disc Archive pode manter os custos de arquivamento de longo prazo dos clientes no mínimo.

O Optical Disc Archive na Universidade de Artes do Equador

Considerado um dos centros de produção audiovisual mais avançados da América Latina, descubra como a Universidade de Artes do Equador está usando o Optical Disc Archive.

Universidade de Artes do Equador

A Universidade de Artes do Equador é uma instituição pública que foi criada pelo governo equatoriano para oferecer a seus alunos um centro educacional de alto perfil para produção em cinema, televisão e rádio, com o objetivo de melhorar o desenvolvimento cultural e artístico do país. Hoje, é considerado um dos centros de produção audiovisual mais avançados da América Latina.

O Desafio

A Universidade precisava de um sistema de fácil administração, com uma interface de fácil utilização para usuários inexperientes e capaz de gerenciar adequadamente as permissões e atividades dos alunos.

O objetivo era proporcionar aos alunos ferramentas reais e profissionais, adaptadas para o mercado de transmissão, a fim de oferecer a eles uma experiência completa dos tipos de ambientes que eles enfrentarão em suas carreiras profissionais.

A empresa selecionada para implementar a solução foi a VSN, especialista em soluções de mídia e parceira de Optical Disc Archive da Sony.

A solução

O sistema baseia-se na VSNEXPLORER, a solução de Gerenciamento de processamento de negócios e mídia da VSN, com 70 licenças para usuários simultâneos, integrados com os editores Avid Media Composer, Nitrix, Final Cut Pro e Adobe® Premiere®. Também foi fornecido à Universidade um sistema redundante de armazenamento de alto nível ISILON, formado por quatro nós X200 com 24 TB cada, com oito portas 10 GbE para edição, e portas HD, 2K e 4K.

A biblioteca robótica de arquivamento é uma ODS da Sony com 130 slots e duas unidades, formada por uma unidade L30M com um módulo de expansão L100B e duas unidades de fibra D77. Todo o sistema é gerenciado pela plataforma de integração Spider, desenvolvida pela VSN, que permite que um ambiente virtualizado redundante com quatro servidores VSN Workers General para transferência de mídia entre ambientes diferentes, quatro servidores dedicados VSN Workers Transcoder para criação de proxies e três servidores dedicados VSN Workers Carbon Coder para transcodificação e unificação de formato.

A plataforma permite um gerenciamento eficiente das permissões de acesso e do usuário, a restrição de ações como gravação/leitura/cancelamento e a definição de quotas de armazenamento, entre outros. O sistema de comunicação de dados é formado por um SWITCH de 10 GbE que comunica cada servidor, com dois switches redundantes com 48 portas GbE nas quais as estações do cliente estão conectadas.

Os resultados

Todo o sistema foi implantado em um período de tempo muito curto, de acordo com os prazos da Universidade de Artes, e a equipe recebeu o treinamento necessário para poder aproveitar ao máximo as ferramentas da VSN.

Os alunos agora podem estudar, praticar e aprender as técnicas mais avançadas no que diz respeito a gerenciamento de conteúdo audiovisual em um ambiente seguro, estável e profissional, recebendo uma ótima educação com os padrões mais recentes disponíveis no mercado de transmissão.

O fluxo de trabalho

Descubra como o Optical Disc Archive da Sony foi integrado no fluxo de trabalho criado pela VDS

O arquivo de vídeo do Vaticano se torna digital com o inovador Optical Disc Archive da Sony

Carregando o player...

As filmagens de momentos especiais na vida dos Papas estão entre os ativos mais preciosos do Vaticano. Com a tecnologia da Sony, esses arquivos insubstituíveis estarão em breve mais seguros e acessíveis.

 

A CTV (Centro Televisivo Vaticano) é a estação de TV do Vaticano, fundada pelo Papa João Paulo II em 1983. As equipes da estação filmam as atividades do Santo Padre e da Santa Sé, o governo central da Igreja Católica Romana. Ela produz seus próprios programas e oferece filmagens para outros órgãos de difusão em todo o mundo, além de manter um extenso arquivo para uso futuro.

Como parte de um projeto maior de digitalização dos registros do Vaticano, a equipe da CTV estava ansiosa para mudar para o armazenamento sem fita. Após avaliar cuidadosamente as diversas soluções do mercado, eles escolheram investir na tecnologia da Sony.

A solução da Sony é baseada na biblioteca do Optical Disc Archive (ODA), a ser usada em conjunto com a plataforma de integração e de fluxo de trabalho MBC (sigla do inglês para "Media Backbone Conductor").

A primeira etapa do projeto envolve o trabalho em conjunto com outros fornecedores para renovar a sala de controle principal da CTV. Depois que os novos sistemas estiverem instalados, começará o processo de criação de uma versão totalmente digital dos arquivos de vídeo existentes, substituindo as fitas por cartuchos de disco ODA, cada um capaz de manter 1,5 terabytes de dados.

Devido à estabilidade e durabilidade dos cartuchos ODA, as preciosas filmagens do Vaticano estarão seguras e poderão ser facilmente acessadas durante muitos anos.

O Optical Disc Archive no Jyske Bank

O Optical Disc Archive é muito fácil de usar e é uma solução relativamente barata para nós. Com 30 cartuchos do Optical Disc Archive na biblioteca PetaSite em qualquer momento ele se ajusta perfeitamente aos nossos requisitos.”

Histórico da empresa

Talvez a única entre as instituições bancárias e, com certezas, uma das primeiras marcas no mundo, o Jyske (pronuncia-se You-ska) Bank da Dinamarca é o pioneiro em uma estratégia de comunicações formada exclusivamente por vídeos.

O banco tem produzido conteúdos diários em vídeo para o seu próprio canal de televisão na Web desde 2006. O conteúdo visa comunicar diversas mensagens de relações públicas e de marketing para seus clientes e para o público em geral. O vídeo também é usado internamente para distribuir mensagens corporativas, treinamentos e informações. Toda semana um programa ao vivo, 'Inside Live', pode ser assistido por todos os funcionários. O centro da rede é a Jyskebank.tv, descrita como a fonte interativa indispensável para todos aqueles que desejam estar informados sobre os últimos acontecimentos financeiros. É um canal de notícias que oferece informações de última hora sobre os mercados financeiros e as mais atuais notícias econômicas.

A empresa se refere a si mesma não só como um banco, mas também como uma companhia de mídia, e já ganhou vários prêmios por sua abordagem. Sua equipe de transmissão permanente de 15 membros produz programação financeira em dinamarquês e em inglês, além de histórias atraentes que o banco acredita serem relevantes para o seu público-alvo de jovens consumidores e pequenas empresas. Isso inclui entrevistas com personalidades da mídia, jogadores de futebol e até mesmo filósofos.

O banco abriga um avançado estúdio de TV baseado em arquivos na cidade de Silkeborg, Dinamarca, e gerencia uma série de correspondentes ao vivo ao redor do mundo, como na NASDAQ, em Times Square, Nova York.

Cada conteúdo que a empresa compartilha pode ser integrado ou compartilhado por outros sites. De acordo com a empresa, graças a isso, 80% do conteúdo da Jyske são visualizados não em seu site ou em seus canais, mas em fontes externas. Isso tem ajudado a atrair parceiros de mídia, do Mobile World Congress ao Cannes Lions.

Requisitos do Jyske Bank

O conteúdo vem sendo produzido digitalmente desde 2006 e armazenado no sistema on-line Avid Interplay interno da Jyskebank.tv. Há cerca de três anos, o banco percebeu que precisava de uma solução de mais longo prazo para arquivar mais de 6.000 programas e começou a investigar suas opções.

Steen Mertz, Diretor de Tecnologia de Comunicações, explica: “Tínhamos muito conteúdo armazenado no sistema Avid Interplay, então decidimos começar a mover esse conteúdo para alguma outra forma de arquivo. No longo prazo, sentimos que o sistema de armazenamento Interplay poderia se mostrar uma maneira cara de armazenar conteúdo. Um bocado de conteúdo não está em uso diariamente, de modo que tem se tornado uma solução cada vez mais cara para aumentar o arquivamento.

“Precisamos de algum tipo de registro do que estamos fazendo, mas também precisamos acessar o arquivo, de modo que possamos selecionar clipes de produções anteriores. Manter tudo isso on-line, no entanto, não era nem econômico nem um uso sensato do espaço de armazenamento do servidor.

“Estávamos procurando por soluções há muitos anos, até que encontramos a solução ideal na Sony.” Primeiro, o Jyske Bank testou uma solução de fita para seu arquivamento futuro. “Embora tenhamos quantidades significativas de conteúdo, em comparação com uma transmissora nacional ele era relativamente pouco, de modo que, economicamente, o armazenamento em fita só funcionaria para nós se comprássemos um sistema de grande porte.”

Por que a Sony foi selecionada

“Sempre nos foi satisfatório pesquisar o mercado em feiras e também sempre tivemos um bom relacionamento com a Sony na Dinamarca”, disse Mertz. “Há um ano, nós também adotamos como padrão as mídias baseadas em arquivos Sony SxS, mirando do P2, e investimos em filmadoras PMW-500 para gravar nosso conteúdo.”

“Sentimos que a Sony estava oferecendo um conjunto de tecnologias mais avançado em consonância com o direcionamento atual e futuro do Jyske Bank”, acrescenta. “Além disso, sentimos que a solução Optical Disc Archive da Sony era mais elegante [do que as soluções de fitas de dados] com sua capacidade de acessar e recuperar conteúdo.”

A solução da Sony

O Jyske Bank investiu em uma unidade de biblioteca mestre de 30 slots PetaSite ODS-L30M do Optical Disc Archive. A unidade tem capacidade para duas unidades de fibra do Optical Disc Archive ODS-D77F, 30 cartuchos e um mecanismo robótico integrado em um chassi de montagem em rack 7U de 19 polegadas. A ODS-L30M forma a base do Optical Disc Archive PetaSite. É possível conectar cinco unidades de extensão no total à ODS-L30M para formar uma única biblioteca de 42U oferecendo um máximo de 535 cartuchos (802 TB), dependendo das unidades de extensão usadas.

Toda a solução de arquivamento é gerenciada pelo aplicativo Gerenciador de arquivos da Sony. Com cinco clientes de redes, isso fornece um método flexível, econômico e eficiente para arquivar ativos valiosos por um longo prazo, com um mínimo de envolvimento do usuário.

O sistema do Optical Disc Archive da Sony é ideal para o arquivamento amplo, em que a fita de dados não fornece confiança ou não atende à necessidade dos requisitos de arquivamento de gravação única em muito longo prazo. Ele fornece uma segunda cópia em um site remoto e é ideal para continuidade de negócios/recuperação de desastres, backup de pós-edição e de produção, para arquivos de filmagens de vídeos, filmes e estoques ou para arquivos nacionais. O sistema também pode ser usado para notícias e clipes esportivos que precisam estar praticamente on-line e como uma loja de clipes de navegação on-line no formato proxy.

Os benefícios para o Jyske Bank

“O Optical Disc Archive é muito fácil de usar”, explica Mertz. “A economia do nosso arquivo significa que o Optical Disc Archive é uma solução relativamente barata para nós, e nos oferece excelentes possibilidades para recuperar o conteúdo novamente. Com 30 cartuchos do Optical Disc Archive na biblioteca PetaSite em qualquer momento ele se ajusta perfeitamente aos nossos requisitos.”

As próximas etapas

A migração de conteúdo do Optical Disc Archive começou no início do segundo semestre de 2014 e está quase concluída. Como o arquivamento remonta há oito anos e inclui uma combinação de conteúdo SD e HD, foi implantada uma equipe não somente para gerenciar esse processo, como para incorporar uma verificação de controle de qualidade sobre o conteúdo ao alimentá-lo no Optical Disc Archive.

 

“Estávamos procurando por soluções há vários anos, até que encontramos a ideal na Sony.”

Steen Mertz, Diretor de Tecnologia de Comunicações, Jyske Bank

Canal de notícias N1 confia no Optical Disc Archive da Sony para ajudar a fornecer conteúdo atrativo, vibrante e informativo aos espectadores

Histórico da empresa

A N1 é a primeira plataforma regional de notícias, com centrais em Belgrado, Sarajevo e Zagreb, além de ser uma afiliada exclusiva da CNN para a região, com foco nas notícias locais, oferecendo 24 horas de informações profissionais, precisas e de confiança de jornalistas confiáveis que usam a mais avançada tecnologia.

Lançada neste ano, ela padronizou suas operações de coleta de notícias e de transmissões ao vivo com o uso de equipamentos de produção da Sony, inclusive filmadoras XDCAM HD, câmeras de estúdio, switchers de visão e Optical Disc Archive para armazenamento digital.

As operações da N1 ocorrem por meio das três principais instalações de produção de notícias (Belgrado, Sarajevo e Zagreb), com instalações menores em cidades por toda a região. O objetivo de seu editorial é fornecer "conteúdo atrativo, vibrante e informativo aos espectadores".

"Nossas instalações são exclusivas na região e, possivelmente, na Europa", afirmou o diretor técnico chefe da N1, Igor Jovic. "Desde o primeiro dia, nossas operações de coleta de notícias e de transmissões precisam dos mais altos padrões profissionais, além da coordenação entre as três centrais de produção, e é isso que obtemos com a padronização de uso de equipamentos da Sony".

Nos termos do acordo com a CNN, a N1 será a afiliada de canal de notícias exclusiva da CNN na região. Isso fornece à N1 acesso exclusivo a recursos de vídeo e coleta de notícias da CNN International para transmissão na Bósnia e Herzegovina, Croácia e Sérvia

Lançada neste ano, a N1 padronizou suas operações de coleta de notícias e de transmissões ao vivo com o uso de equipamentos de produção da Sony, incluindo filmadoras XDCAM HD, câmeras de estúdio, switchers de visão e Optical Disc Archive para o armazenamento digital.

A Sony tem fornecido câmeras e equipamentos de produção ao vivo para os três estúdios e as três salas de controle nas capitais dos três países, bem como filmadoras XDCAM HD422 para a coleta eletrônica de notícias. O formato de arquivo interno é MXF XDCAM 50 Mb/s 422.

Requisitos da N1

Uma parte essencial para as operações da N1 é uma solução de arquivamento expansível e preparada para o futuro, que será integrada à produção diária de conteúdos.

"Com o canal de notícias, estamos tentando atingir algo diferente dos outros concorrentes de noticiários de TV na região, inovando com novas tecnologias", afirma Jovic. "Quanto ao arquivamento, nossa ideia era que o mais importante seria ter um arquivamento bom e confiável para ser usado agora e no futuro.

"Examinamos o uso de armazenamento em fita digital, mas escolhemos o Optical Disc Archive porque temos plena certeza de que poderemos recuperar a mídia a qualquer momento no futuro, certeza essa que não temos com as atuais gerações de mídia de arquivamento em fita, que estão sendo substituídas".

A solução da Sony

A N1 investiu na solução Optical Disc Archive da Sony, que inclui a biblioteca ODS-L30M de disco óptico PetaSite, gerenciada pelo middleware da XenData. A biblioteca PetaSite fornece uma capacidade atual de 136 TB, sendo expansível para mais de 800 TB, com a mídia do Optical Disc Archive oferecendo um arquivamento com duração de 50 anos.

O sistema Optical Disc Archive da Sony é ideal para o arquivamento amplo, em que a fita de dados não fornece confiança ou não atende à necessidade dos requisitos de arquivamento em muito longo prazo. É ideal para fornecer uma segunda solução de arquivamento de transmissão de cópias em um local remoto e para a continuidade dos negócios/recuperação de desastres, para o backup pós-produção e pós-armazenamento, além de ser útil para arquivamentos de filmagem de vídeos, filmes e arquivos ou até mesmo para arquivamentos nacionais em AV. O sistema também pode ser usado para notícias e clipes esportivos que precisam estar praticamente on-line e como uma loja de clipes de navegação on-line no formato proxy.

Como o fornecedor de soluções de arquivamento total, a Sony forneceu e implementou o sistema por meio do revendedor e parceiro local, a ProVideo.

Por que a Sony foi selecionada

"Com o Optical Disc Archive, não importa se há avanços tecnológicos - algo inevitável - já que estamos preparados para o futuro com o armazenamento progredindo cada vez mais", explica Jovic. "Quando a próxima geração de unidades for lançada, saberemos que a estratégia do Optical Disc Archive da Sony funcionará. Essencialmente, quisemos investir em um sistema desde o início, para que não seja necessário pensar sobre a migração de nossa mídia para outro sistema ou outra versão de um sistema em cinco, dez ou vinte anos".

A confiança da plataforma não foi o único motivo para a escolha de tecnologia da N1. "A velocidade de acesso foi essencial", disse Jovic. "Nossas equipes de produção estão revendo gravações de notícias mais antigas do arquivamento amplo a fim de obter inúmeros materiais para complementar os boletins diariamente. Restaurar o material do Optical Disc Archive PetaSite é algo confiável e rápido, principalmente para os pequenos arquivos de vídeo que temos a tendência de produzir. Cada disco do Optical Disc Archive pode conter milhares de pequenos arquivos, bem como programas completos. No entanto, a capacidade das equipes de produção de pesquisar, acessar e recuperar, de modo eficiente, conteúdos específicos do Optical Disc Archive foi muito importante. Isso significa que podemos incorporar o arquivamento como uma parte viva da produção diária e maximizá-lo como um recurso".

A Sony Professional Solutions Europe forneceu os serviços profissionais para o projeto completo do sistema, para o gerenciamento do projeto de implementação do aplicativo XenData e forneceu a solução de arquivamento completa para atender às necessidades da N1 quanto às informações de transmissão.

Os benefícios para a N1

A biblioteca de arquivamento de 10.000 horas - que aumentam cada vez mais - tem interface com o sistema de gerenciamento de ativos de mídia IBIS iFind por meio do middleware XenData.

"Todos os nossos jornalistas agora têm a oportunidade de ver onde seus arquivos estão e, a partir de qualquer estação de trabalho desktop, podem obter os arquivos do arquivamento mais amplo para o armazenamento central e depois dar início à edição e à transmissão. A velocidade é incrível", afirmou Jovic. Acabou a espera de dois a três dias para que o material arquivado das notícias seja restaurado e esteja disponível para que os jornalistas possam trabalhar. A solução de arquivamento Sony PetaSite integrada ao middleware XenData é uma estratégia de arquivamento comprovada e confiável em longo prazo.

O sistema completo oferece uma combinação de flexibilidade, longevidade e valor. "Ao lançar novos projetos, nossa empresa tem uma política de usar a tecnologia de ponta mais avançada no mundo", declarou Jovic. "Com isso, podemos nos tornar o principal canal de notícias em nossa região e uma emissora de notícias líder internacionalmente". A Sony PSE forneceu uma solução de arquivamento total que atende à visão estratégica da N1.

"Cada disco do Optical Disc Archive pode conter milhares de pequenos arquivos. No entanto, a capacidade das equipes de produção de pesquisar, acessar e recuperar, de maneira eficiente, conteúdos específicos a partir do Optical Disc Archive era muito importante. Isso significa que podemos incorporar o arquivamento como uma parte viva da produção diária e maximizá-lo como um recurso."

Igor Jovic, diretor técnico chefe, N1

 

NOSSOS PARCEIROS

 

Trabalhamos com afinco com os nossos parceiros de tecnologia para garantir que todos os nossos clientes tenham a melhor experiência possível com seus equipamentos. Nós adotamos uma política de cooperação plena e aberta no apoio aos nossos parceiros e o fato de todas as grandes empresas de tecnologia de arquivamento apoiarem o Optical Disc Archive (ODA) é motivo de muito orgulho para nós. Saiba mais sobre os nossos parceiros e seus produtos compatíveis com o Optical Disc Archive abaixo.

CONFIGURAÇÃO DO SISTEMA

Arquivamento em prateleira simples e fácil com unidade

 

Sistema de biblioteca compacto com 10 slots

Não é possível instalar a unidade de 2ª geração no ODS-L10

Sistema de biblioteca PetaSite escalável com aplicativo MAM

Sistema de arquivamento de ativos em fita com PWS-100TD1 e PWS-300TD2

A combinação da Estação de digitalização de fitas (PWS-100TD1 ou PWS-300TD2) com nosso sistema Optical Disc Archive (ODA) permite que você obtenha ativos baseados em vídeo, que podem ser mantidos cuidadosamente por um longo período e digitalizados com eficiência em um formato baseado em arquivo. Essas Estações de digitalização de fitas, que contam com o software analítico original da Sony, monitoram erros durante a ingestão de ativos de VTR e geram listas que permitem uma resolução de erros eficiente. O servidor permite a fácil conversão e não requer conhecimentos especializados para a configuração ou operação. Ele oferece uma solução eficiente e flexível para clientes que procuram mover seus ativos para um Optical Disc Archive.

PRODUTOS RELACIONADOS

BIBLIOTECA PEQUENA

Biblioteca de 10 slots do Optical Disc Archive ODS-L10

BIBLIOTECA ESCALONÁVEL PETASITE

Sistema de biblioteca dimensionável PetaSite Optical Disc Archive

Mídia

Cartuchos de arquivos de disco ótico

ESTAÇÃO DE DIGITALIZAÇÃO DE FITAS

PWS-TD100

Gerenciador de arquivos

 

AMBIENTE RELACIONADO

EDUCAÇÃO

ATRAÇÕES PARA VISITANTES